Índice Nacional da Construção Civil de julho fica em 1,03%

5 de agosto de 2008

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE em convênio com a Caixa Econômica Federal, apresentou variação de 1,03% em julho, recuando 0,21 ponto percentual em relação a junho (1,24%). Esse resultado ficou acima do registrado em julho do ano passado (0,41%), elevando o resultado dos últimos 12 meses para 8,92%, contra os 8,26% dos 12 meses imediatamente anteriores. No ano de 2008, a taxa situa-se em 6,36%, também acima da variação observada no mesmo período do ano passado (3,58%).

O custo nacional por metro quadrado passou dos R$ 637,69 do mês anterior (junho) para R$ 644,23 em julho. Desse valor, R$ 369,04 se referem a despesas com materiais e R$ 275,19, com mão-de-obra. A parcela dos materiais ficou praticamente estável, apresentando alta de 1,40% contra 1,44% de junho. Já a componente mão-de-obra, com recuo de 0,43 ponto percentual, teve variação de 0,53% em julho.

Com relação aos acumulados no ano e em 12 meses, os resultados de 2008 situaram-se acima daqueles registrados em 2007. No ano, os materiais subiram 6,13%, acima da taxa de 2,49% registrada em igual período de 2007; o mesmo ocorreu com a mão-de-obra, com alta de 6,67% contra 5,07% em 2007. Nos últimos 12 meses, o acumulado dos materiais atingiu 8,98% e ficou acima da variação dos 12 meses imediatamente anteriores (7,87%), assim como a mão-de-obra, cuja alta de 8,84% superou a relativa aos 12 meses anteriores (8,78%).

IBGE