empregos

Em setembro, pelo sexto mês consecutivo, o Brasil teve saldo positivo na geração de empregos. Foram criados 34.392 postos de trabalho, com aumento de 0,1% em relação ao estoque do mês anterior, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (19).

O resultado de setembro foi proporcionado pela diferença entre 1.148.307 admissões e 1.113.915 desligamentos. No acumulado do ano, o saldo positivo chega a 208.874 vagas, com aumento de 0,5% em relação ao estoque de dezembro de 2016.

O grande destaque de setembro ficou por conta da indústria de transformação, que abriu 25.684 postos de trabalho. Foi registrado crescimento em 10 dos 12 subsetores, com destaque para a Indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico, com 16.982 empregos.

Depois da indústria, na sequência vêm comércio (15.040), serviços (3.743) e Construção Civil (380 postos).

O setor de agropecuária, que puxou a criação de vagas em outros meses, registrou a perda de 8.372 empregos em setembro. Serviços Industriais de Utilidade Pública (-1.246 postos), Administração Pública (-704 postos) e Extrativa Mineral (-133 postos) também tiveram saldo negativo.

O saldo de setembro foi impulsionado pela alta em três regiões, com destaque para a Região Nordeste, que fechou o mês com abertura de 29.644 postos. As regiões Sul (10.534 postos) e Norte (5.349 postos) também tiveram números positivos. Já nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste houve redução, respectivamente, de 8.987 postos e 2.148 empregos.

O Caged foi positivo em 20 das 27 Unidades da Federação. O melhor resultado do mês foi de Pernambuco, que abriu 13.992 novos empregos. Por outro lado, o Rio de Janeiro (4.769 empregos), Minas Gerais (4.291) e Goiás (3.493) tiveram as maiores reduções no estoque de empregos em setembro.

Segundo o Caged, o salário médio de admissão em setembro de 2017 foi de R$ 1.478,52 e o salário médio de demissão foi de R$ 1.685,37. Em termos reais (deflacionado pelo INPC), no acumulado de 12 meses, os ganhos reais foram de R$ 78,27 (admissão) e R$ 59,50 (demissão).

Foto: Agência Brasil

Comentários

Conheça a Humantech