banda larga

Se a banda larga chegasse a todos os municípios do Brasil, mais 6 milhões de pessoas teriam acesso à internet. A conclusão é de um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O número corresponde à quantidade de pessoas que possuem características para consumir, mas não têm acesso à rede. Segundo dados da última Pnad, de 2015, em torno de 28,1 milhões de domicílios acessam internet com banda larga. Já o acesso pelo celular corresponde a 39,1 milhões de domicílios.

O projeto foi dividido em três etapas: estimativa dos impactos do aumento do acesso à banda larga sobre o crescimento dos municípios; identificação do mercado potencial por serviços de banda larga nos municípios, com base nas características socioeconômicas; avaliação de diferentes propostas de priorização de municípios para novos investimentos.

“O potencial domiciliar estimado com expansão do acesso (banda larga ou 3G e 4G no celular) é de 45 milhões, com um novo mercado potencial total de 50,7 milhões de domicílios”, destacou Alexandre Ywata, diretor de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais do Ipea, que apresentou o estudo.

Os pesquisadores realizaram diversas simulações para identificar qual grupo deveria ser priorizado para se chegar ao maior número de pessoas possível numa ampliação de banda larga no país. Em todos os cenários, utilizou-se como base a construção de 20 mil km de fibras óticas – infraestrutura necessária para o oferecimento do acesso à banda larga. “Os critérios de priorização a partir do mercado potencial ou da população total podem ser mais vantajosos em termos de população jovem atingida, população pobre e extremamente pobre, e maior População Economicamente Ativa”, revelou Ywata.

De acordo com o representante do Ipea, os resultados sugerem que a priorização Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) pode não ser necessariamente a melhor opção porque há outras formas de se garantir o acesso à população de mais baixa renda.

Foto: Marcos Santos/ USP Imagens

Comentários

Aprenda a organizar suas finanças, entenda mais de economia para fazer seu dinheiro render e conheça investimentos para incrementar sua renda