PIB

Queda do PIB, liberação de lote do Imposto de Renda, crescimento da indústria após vários meses de queda e desigualdade entre homens e mulheres foram alguns dos temas mais comentados nesta semana. O resumo desses fatos você pode acompanhar no nosso podcast.

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, fechou 2016 com uma queda de 3,6%.

Em 2015, a economia brasileira já tinha recuado 3,8%.Segundo o IBGE, os números do PIB de 2015 e 2016 representam a maior recessão desde 1947.

Segundo a coordenadora de Contas Regionais do IBGE, Rebeca Palis, já houve anos em que a retração foi maior que 2016, mas nunca a economia brasileira havia somado 7,2% de queda em um biênio.

“A magnitude da queda, olhando o biênio, é a maior desde 1948”, disse ela, que explicou que a série histórica do IBGE para o PIB começa em 1947, mas apenas em 1948 há dado de variação anual.

“Em outros períodos, algumas atividades econômicas davam uma segurada na economia. Nesse biênio, foi disseminado na economia toda, o que não é muito comum de acontecer. Serviços foram muito afetados, o que não acontecia muito”, explicou.

O resultado negativo dos dois anos fez o PIB do país voltar para o patamar registrado no terceiro trimestre de 2010, segundo o IBGE.


O conteúdo completo é exclusivo para usuários do plano Gratuito e Standard.
Login Registre-se


Comentários

Conheça a Humantech